Clara de Assis

Clara é um sublime exemplo de viver se doando ao próximo e cultivando ao mesmo tempo as humildades de Jesus.

Desde criança ela se sensibilizava com as dificuldades das famílias da região onde morava, e discretamente levava os alimentos e o que mais precisassem. Quando podia entrar nessas pobres casas, ela servia a todos ali como se fosse uma filha muito querida. Ela também ajudava as empregadas da casa de seus pais, nunca se colocando como melhor ou maior do que elas, pelo contrário, era amiga delas.

Saiba mais...

Naquela mesma época na cidade de Assis, um jovem chamado Francisco estava cuidando dos leprosos e começou a ser mal visto pelas pessoas, enquanto Clara o via como um exemplo a ser ouvido e seguido. Não se importando se as pessoas iam falar mal dela também, Clara e uma amiga passaram a encontrar Francisco para ouvi-lo falar do Evangelho e aprender mais sobre Jesus, principalmente as suas humildades.

Cada vez mais Clara queria se doar aos mais desprezados e rejeitados como Francisco fazia. Então quando sua família a obrigou a se casar, ela fugiu para seguir Francisco. Foi viver na igrejinha de São Damião que Francisco reconstruiu, seguindo os mesmos princípios dele: uma vida sem posses, se alimentando com o que conseguia através dos seus trabalhos artesanais e fazendo o bem a todos que encontrasse no caminho assim como Jesus fazia.

Logo depois sua irmã e algumas amigas foram viver com ela em São Damião. Clara então se tornou a responsável pelo convento, a pedido de Francisco, mas ela nunca se colocou como superior de suas irmãs de ideal... pelo contrário, ela era quem mais servia, quem mais se doava, como uma mãe faz com seus filhos.

Clara servia tanto suas irmãs que as recebia com cuidado e carinho quando elas saiam descalças nas ruas empoeiradas de Assis, e até lavava os pés delas!

Mesmo sendo a responsável pelo convento, não passava para suas irmãs as tarefas mais difíceis, essas ela fazia com muita alegria. Como, por exemplo, lavar as bacias que serviam de latrina no convento. Contam que dava para sentir um doce perfume quando Clara fazia essa tarefa tão desprezada por todos nós até hoje em dia.

E só quando Clara desencarnou é que suas irmãs começaram a valorizar mais esses sentimentos de humildade que Clara cultivava frequentemente. Pois que elas viam a sua bondade, mas não tinham a dimensão das luzes das suas humildades.

Fontes Históricas

Século XIII

Fontes Clarianas

Reúne os relatos das irmãs que conviveram com Clara de Assis antes e fora do convento, e também a bula usada para sua canonização.

Arquivo Zip

Século XX

Escritos sobre Clara, de Frei José Carlos Corrêa Pedroso

Escritos de um frei que se baseou na fonte histórica de Clara de Assis trazendo com simplicidade a sua vida.

Arquivo Pdf

Imagens que retratam a vida

Clara se encontra com Francisco de Assis e seus irmãos para iniciar sua nova vida à luz do Evangelho.

Na igrejinha de São Damião Clara está fazendo os seus votos sob a orientação de Francisco de Assis.

Francisco entrega uma ovelha para as clarissas cuidarem. Essa ovelha havia sido dada de presente a Francisco.

Francisco sentado em um simples banquinho, falando do Evangelho à Clara e duas irmãs que o ouvem com muita atenção.

Clara lendo à noite na igrejinha de São Damião com a ajuda de uma vela que ilumina apenas o seu rosto, o livro e os degraus da escada.

Clara e duas irmãs estão comendo com Francisco ao mesmo tempo que ouvem ele falar do Evangelho e alimentam a suas almas.

Clara ora pedindo a Deus proteção para suas irmãs durante uma guerra em Assis. E leva para a janela uma lamparina. Em seguida os homens que guerrilhavam correram em retirada.

Clara caminha em direção a igreja de Santa Maria para se encontrar com Francisco de Assis.

Mais um momento em que Clara está se alimentando junto a Francisco, e que outro alimento está sendo oferecido por ele, aquele que dá vida à alma: o Evangelho!

Filme que ilustra a vida

Santa Clara de Assis

Este filme conta a vida de Clara seguindo os relatos das irmãs que conviveram com ela